domingo, 6 de março de 2011

O sapo-escorpião


Rápida soneca após o almoço (nem tão rápida assim: 1 hora e meia). Sonhei com o sapo-escorpião, um sapo de dimensões normais que tinha no lugar da língua um ferrão de escorpião.


Como se não bastasse, ele possuía nas costas um pequeno compartimento que trazia escondido um sapinho-escorpião, com o mesmo ferrão de escorpião no lugar da língua, mas com um veneno ainda mais letal. Em casos emergenciais, o sapinho saía e atacava também. Depois retornava para sua cavidade nas costas de seu "irmão".


Eu só tinha uma vassoura para matar o sapo-escorpião, que perambulava pelo meu quintal, e sentia claramente que não era o instrumento adequado para enfrentar o bicho peçonhento.


Essa sensação de insegurança e medo dominou o sonho.


(este sonho pode ter tido sua origem num evento banal de outro dia, quando ateei fogo numa minúscula taturana).


Chantal.

2 comentários:

Murdock disse...

ahhaha massa demais
já sonhei coisas esquisitas tbm
ficou muito bom o texto
engraçado que hj sonhei com sapos tbm (o dia que li o texto)
mas não lembro muito bem o que

Badulaques da Tata disse...

Olha o que eu achei, esses são os significados para os xamãs:
sapo:conexão com os estados alterados da consciência, símbolo da terra, camuflando seu veneno, vida longa, limpeza.
Escorpião – morte e renascimento, transmutação de venenos, maldade.
É engraçado, pois os dois ao mesmo tempo que se parecem, se modificam por suas escolhas.O primeiro opta pela vida camuflando seu veneno; o outro, opta pela maldade transmutando o seu veneno.Será que a resposta está na essência?